E depois tem a questão de ter paciência...

Vinicius de Moraes

E depois tem a questão de ter paciência  Não se deixar levar, estar preparado e ao mesmo tempo certo  De que ainda é possível... E depois  Tem a questão de resolver, de não parecer que, e ao mesmo tempo de ter que...  E depois tem a questão do não-obstante, do prurido, da válvula  Tem a questão do conhecimento, do ementário  Sem falar na questão importantíssima do...  E depois tem a questão do é-preciso, do meu-caro, do pois-é  Dos canais competentes, dos compartimentos estanques, dos memorandos  E depois tem a questão talvez precária do encontro  E do desencontro, do entendido e do mal-entendido, do lucro  E do desdouro; e depois tem a questão  Da finura, da delicadeza e da firme delicadeza e das duas delicadezas.