Extremamente circunspecta...

Vinicius de Moraes

Extremamente circunspecta  Jazia a perna. Digo-vos que extremamente circunspecta e pálida  Jazia a perna. Digo-vos que extremamente circunspecta, pálida e ambígua  Jazia a perna. Digo-vos que extremamente circunspecta, pálida, ambígua e superveniente  Jazia a perna. Uma perna jazia extremamente  Entre aparatos. Calçada de sapatos e de meias. Só não trazia  Ligas, nem a parte superior, a que saindo do joelho  Aprofunda-se como coluna até onde o ser se duplica  ………………………………………………………………………  Pois uma perna é uma estrutura interna  De músculos sangrentos e ossos brancos  Os quais, rompida a pele, saltam bruscos  Como as molas partidas de uma cama  Entrando em coma, mas privadamente  Sem consciência, talvez, mas com malícia  A ejacular o plasma em ondas furtivas  E com a vinda específica da morte  Da perna, debatendo-se e eriçando-se  À maneira de fios retorcidos  Arrancados à força a um aparato.